.

.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Não sei...

3 comentários:

  1. Uma beleza!... Tanto que temos sempre para aprender.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Bellisimo, siempre tenemos mucho que aprender de todo.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  3. A inspiração surge e pede à poesia com delicadeza que a pinte com as cores suaves e nobres do poema. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir